Como funciona os transformadores

Sem categoria

O que é transformador?

Assim como os motores e geradores, os transformadores também são considerados máquinas elétricas, porém máquinas elétricas que trabalham apenas em circuitos de corrente alternada. 

Os transformadores têm a capacidade de transmitir a energia elétrica de um circuito para o outro através de campos magnéticos, transformando os valores de tensão e de corrente ao mesmo tempo.

Transformador é um dispositivo usado para diminuir ou aumentar a tensão elétrica por meio de correntes elétricas. Os transformadores consistem em dois enrolamentos de fios primário e secundário, envolvidos em um núcleo metálico.

A passagem de uma corrente elétrica intercalada no enrolamento primário provoca  a formação de uma corrente elétrica intercalada no enrolamento secundário. A proporção entre as correntes primária e secundária depende da relação entre o número de voltas em cada um dos enrolamentos.

Como funcionam os transformadores ?

Os transformadores são usados para abaixar ou aumentar as tensões e correntes elétricas em circuitos de consumo. Se um transformador baixa uma tensão elétrica, automaticamente ele aumenta a intensidade da corrente elétrica de saída, mantendo sempre constante a potência transmitida pelo produto da corrente pela tensão.

Por causa da ação deste campo magnético, os transformadores possuem a capacidade de converter a energia elétrica CA com um determinada frequência e tensão, em outra energia elétrica CA de mesma frequência, mas com um nível de tensão diferente, ele é capaz de aumentar ou diminuir a tensão de saída em relação a sua entrada, além disso os transformadores servem como dispositivo isolante no circuito. Transformadores estão sendo muito utilizados no novo mercado de veículos automotores elétricos.

Para os circuitos de consumo de energia residenciais, são utilizados baixos índices de tensão elétrica, por questões de segurança tensões elétricos muito altas podem provocar descargas elétricas. 

É por essa razão que encontramos grandes transformadores nos postes, pois sua principal função é a de diminuir a potência elétrica da corrente que é direcionada pelos fios, levando-a para as residências com tensões de 110 V ou 220 V.

Tipos de transformadores

Suas funções são semelhantes, mas existem vários tipos de transformadores que atendem a diferentes necessidades. 

Abaixo listamos alguns dos tipos mais comuns:

  • Transformador de corrente

 Sua principal função é diminuir a potência da corrente elétrica, a fim de transmiti-la para redes de transmissão ou para dispositivos que não suportam correntes elétricas muito altas.

  • Transformador de potencial

Esse transformador é o tipo mais comum e pode baixar ou aumentar o potencial elétrico de acordo com a demanda e com o número de enrolamentos na bobina primária e secundária.

  • Transformador de distribuição

Esses transformadores estão presentes nas centrais de distribuição das usinas elétricas, e são responsáveis por distribuir a corrente elétrica, para diferentes tipos de consumidores, por meio das linhas de transmissão.

  • Transformador de força

Trabalham com níveis altos de corrente elétrica e é usado na geração de energia elétrica, mas também em aplicações que necessitam de muita potência elétrica, como fogão industrial e fogão de indução.

Um transformador é feito de duas bobinas isoladas entre si e enroladas num núcleo laminado. Caso você queira saber mais sobre transformadores entre nos sites abaixo:

Eles formam três circuitos, dois elétricos, que correspondem a cada uma das bobinas, e um magnético, formado por linhas de força que passam pelo núcleo metálico do transformador.

As bobinas primária e secundária possuem números diferentes de espiras. A corrente do exterior atravessa a bobina primária, provocando um campo magnético que afeta a bobina secundária e nela desenvolve uma corrente induzida que se comunica com o circuito de saída.

Vale destacar que os valores de potência elétrica, tensão, além de seus valores terem uma pequena diferença com a concessionária, também pode haver mudanças dependendo do local, como por exemplo em indústrias, onde há a necessidade de níveis de tensões mais elevadas.

Sistema Monofásico

No sistema monofásico a rede disponibiliza dois condutores elétricos, sendo um condutor de fase e um condutor neutro, de maneira que a tensão elétrica deste sistema nas instalações elétricas sejam de 127V ou 220V, podendo mudar de acordo com a concessionária de energia elétrica.

Na rede monofásica ela é distribuída através de tomadas de uso geral, e é usada para o abastecimento de aparelhos de uso diário, como notebooks.

Sistema Bifásico

O sistema bifásico prevê a existência de três condutores elétricos sendo distribuídos em residências, dois condutores de fase e um condutor neutro, de maneira com que a tensão de fase e linha pode variar entre 127/220V ou 220/380V, dependendo da concessionária de energia. 

Na maioria das vezes as instalações elétricas de rede bifásica consomem em média  25 KW (25000 W).

Sistema Trifásico

Esse sistema conta com três bobinas e em cada uma delas existem dois rolamentos. Eles executam tensões simples e compostas, porque possui circuito primário quanto secundário. 

O transformador trifásico está dividido em dois grupos: transformador de distribuição e transformador de força.